Menu fechado

FestiPoa Literária ocorre de 13 a 17 de maio no formato virtual

A FestiPoa Literária é a festa literária de Porto Alegre. Devido a pandemia, a FestiPoa Literária acontece de 13 a 17 de maio de 2021, no formato virtual. De modo que as transmissões das atividades acontecem no canal do Youtube e nas redes sociais da FestiPoa. E mais! Toda a programação tem acesso gratuito!

Assim, a iniciativa da festa literária de Porto Alegre é independente e oferece, de forma gratuita, debates, encontros de leitura, cursos, oficinas, saraus, filmes e performances. São inúmeras as atividades realizadas para difundir e democratizar o acesso à literatura e à arte e trabalhar em prol da formação de leitores.

A Festa Literária virtual de Porto Alegre tem o Patrocínio do Itaú e Grupo Zaffari.

FestiPoa Literária:

A 13ª FestiPoa Literária ocorre, neste ano, 100% no formato virtual.  A dupla de autores homenageados é Ana Maria Gonçalves e Sérgio Vaz.  Logo, será transmitida ao vivo pelo canal do YouTube e redes sociais do evento, com acesso gratuito. A FestiPoa Literária contará com a participação de artistas como Jeferson Tenório, Antônio Pitanga, Itamar Vieira Júnior, Teresa Cristina, Conceição Evaristo, Criolo, Letrux, Ricardo Aleixo, Luedji Luna, Angélica Freitas, Paulo Lins, entre outros.

Segundo a curadoria da FestiPoa, a programação foi pensada para destacar a trajetória e a obra dos autores homenageados. Mas, também para abordar nos debates temas como o caráter político da arte em meio à pandemia, o racismo, o feminismo e a coletividade artística como força para enfrentar os retrocessos políticos, culturais e sociais do país atualmente. As sessões de lançamentos estão presentes nesta edição também de forma virtual. Por conseguinte, duas lives apresentam os livros João aos pedaços, biografia de João Gilberto Noll escrita pelo jornalista e editor Flávio Ilha, e Somos todos Caim, livro de contos de Clarice Müller.

Confira a programação:

13 de maio, quinta-feira, 19h

Mesa dos homenageados: Ana Maria Gonçalves e Sérgio Vaz. Mediação: Luna Vitrolira.
Em seguida, os homenageados conversam de modo geral sobre suas carreiras literárias, com mediação da poeta pernambucana Luna Vitrolira

14 de maio, sexta-feira, 18h

Entre nós mesmas, nossas poesias e canções, com Bia Ferreira e Teresa Cristina. Mediação: Luna Vitrolira.
Conversa das cantoras e compositoras, com mediação da poeta Luna Vitrolira, girará em torno dos temas feminismo, antirracismo, samba, religião e arte como posição política

19h15 – Sarau em homenagem a Sérgio Vaz, com Elizandra Souza (mediadora), Lilian Rocha, Hamilton Borges e Raquel Almeida.

19h15 – De amizades, cidades e quebradas, com Ferréz e Paulo Lins. Mediação: Marcelino Freire. O bate-papo dos escritores, com mediação de Marcelino Freire, abordará os lançamentos mais recentes de Ferréz e Lins e as temáticas que aproximam os trabalhos dos dois autores

15 de maio, sábado, 16h

Laranjal e Tijuca: canções, sereias e coisa banho de mar, com Angélica Freitas e Letrux. Mediação: Fernanda Bastos. Bate-papo permeado com leituras de poemas e crônicas dos livros mais recentes das escritoras. Além de suas produções literárias, Angélica e Letrux conversam sobre composições musicais

18h – Dedy Ricardo e Fernanda Oliveira conversam com Ana Maria Gonçalves. A homenageada será entrevistada pelas convidadas sobre o livro Um defeito de cor.

20h – Personagens no cinema e na literatura, com Antônio Pitanga e Jeferson Tenório. Neste encontro de gerações, o ator e diretor Antônio Pitanga e o escritor Jeferson Tenório falarão sobre a construção de personagens no cinema, teatro e literatura, racismo e arte como manifestação política.

16 de maio, domingo, 15h

Arrancados da terra, com Lira Neto. Mediação: Ricardo Barberena. O escritor e jornalista, biógrafo de Getúlio Vargas, falará sobre seu mais recente livro, lançado em março deste ano Arrancados da terra.

16h – Live de lançamento de João aos pedaços, biografia de João Gilberto Noll, com Flávio Ilha, autor da biografia, e participação do jornalista e crítico literário José Castello.

17h – Escrevivendo um corpo no mundo, com Conceição Evaristo e Luedji Luna. Mediação: Ludmilla Lis. Encontro de gerações com a escritora mineira e a compositora baiana em que os temas memória, identidade, feminismo e corpo da mulher negra serão eixos do bate-papo das artistas.

18h40 – Poesia e alguma prosa, com Geni Guimarães e Ricardo Aleixo. Mediação: Eliane Marques. Os autores conversam sobre sua produção poética, com leituras de poemas de seus livros mais recentes.

20h – Literatura, pão e poesia, com Criolo e Sérgio Vaz. Mediação: Luna Vitrolira. Um dos homenageados da edição, o poeta Sérgio Vaz, e o rapper Criolo vão conversar sobre temas relacionados ao trabalho artístico, suas trajetórias a partir da poesia e rap a partir da periferia de SP.

17 de maio, segunda-feira, 18h

Escrever é voltar para casa, com Itamar Vieira Junior e Micheliny Verunschk. Mediação de Reginaldo Pujol Filho. Memória, diáspora e pertencimento.

20h – Escrita, leitura e educação, com Allan da Rosa e Eliane Potiguara. Mediação: Carolina Neves. Neste bate-papo, os escritores e educadores Eliane e Allan abordarão os temas da escrita, leitura e educação a partir das suas produções literárias e pedagógicas.

21h30 – Live de lançamento de Somos todos Caim, com Clarice Müller. Mediação: Reginaldo Pujol Filho.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat